“Antimanual de gestão” traz reflexões críticas para o Management

Acaba de sair um novo livro organizado por Valquíria Padilha que promete causar boas discussões: o “Antimanual de gestão: desconstruindo os discursos do management”. O livro da editora Ideias & Letras conta com prefácio de Fábio Kazuo Ocada e orelha de Jean Henrique Costa e traz importantes nomes da pesquisa nacional: Claudio Gurgel, José Henrique de Faria, Paula Marcelino, Rosemeire Scopinho, Jorge Souto Maior, Fernando Braga Costa, Angelo Soares, Thiago Martins Jorge, Daniel Pereira Andrade, Cinthia Letícia Ramos, Cássio da Silva Calvete e Valquíria Padilha.

Valquiria Padilha's photo.

Texto da editora:
Sem teorias e reflexões criticas não se aprende a questionar o mundo real e seus porquês, a prática do gestor se reduz à mera imitação e obediência de recomendações vindas de forma heterônoma. A razão instrumental vence e as mudanças parecem impossíveis 0u utópicas. Este livro é, por isso, um Antimanual de gestão e propõe desconstruir valores, conceitos, discursos e ideologias propagados aos gestores de empresas e aos futuros gestores como sendo sinônimos de ciência e técnica. Aqui não há instruções de “como fazer”, mas sim reflexões e teorias que convidam o leitor a pensar criticamente o universo da gestão e a questionar paradigmas construídos e disseminados de forma ideológica, a fim de atender aos interesses do mercado capitalista neoliberal. Não é mais aceitável que os estudantes de administração passem quatro ou cinco anos na faculdade sem aprender a problematizar o que parece, num primeiro olhar, absolutamente natural, universal ou verdadeiro. Este livro chegou para desnudar as aparências, tensionar as verdades absolutas, desconstruir ideologias.
O

Deixe uma resposta

Carregando...
Pular para a barra de ferramentas